24/06/11

CESD

O poder do marketing!

Da realidade onde o "Cartão Europeu de Seguro de Doença" é rejeitado (e o utente paga a totalidade da despesa médica) para o filme onde um jovem de porte atlético se despe sensualmente numa praia deserta para mergulhar nu nas águas translúcidas, num momento de puro prazer.

Podia ser o início de um filme erótico, mas não: é a nova promoção da Comissão Europeia, que incentiva à utilização do “Cartão Europeu de Seguro de Saúde”.

15/06/11

"O fim da ilusão" de Medina Carreira, entrevista

Surdez

Um velho telefona ao médico para marcar uma consulta para a sua mulher.

A secretária pergunta:
  - Qual o problema de sua esposa?
  - Surdez. Não ouve quase nada.
  - Então o senhor vai fazer o seguinte: antes de trazê-la, faz um teste para  facilitar o diagnóstico do médico.
Sem ela olhar, o senhor, a certa distância, fala em tom normal, até perceba a que distância ela consegue ouvi-lo. E quando vier, diz ao médico a que distância o Sr. estava quando ela o ouviu.
  - Certo?
  - Está certo.

À noite, quando a mulher preparava o jantar, o velhote decidiu fazer o teste. Mediu a distância que estava em relação à mulher. E pensou: "Estou a 15 metros de distância. Vai ser agora"

  - Maria, o que temos para jantar?
  Silêncio.
  Aproxima-se a 10 metros:
  - Maria, o que temos para jantar?
  Silêncio.
  Fica a uma distância de 5 metros:
  - Maria, o que temos para jantar?
  Silêncio.
  Por fim, encosta-se às costas da mulher e volta a perguntar:
  - Maria! O que temos para jantar?
 - Frango, gaita... É a quarta vez que eu respondo!

13/06/11

O Fim da Ilusão

Há muitos anos que Medina Carreira vinha alertando políticos, governantes e cidadãos comuns para o mais do que provável colapso das finanças públicas. A situação de aperto que Portugal vive neste momento teria sido evitada se, dando ouvidos às previsões certeiras de Medina Carreira, o País tivesse sido alvo de um conjunto de reformas estruturais condicentes com a nova ordem mundial. Este livro oferece ao leitor uma visão muito clara das causas do colapso financeiro e de como este poderia ter sido evitado. Ao mesmo tempo, alerta para a necessidade imperiosa de levar a cabo uma transformação profunda do País a vários níveis, que o coloque definitivamente no rumo da sustentabilidade. Sem ilusões.

TEMPOS DE PREOCUPAÇÃO / TEMPOS DE ACÇÃO


A CGTP-IN manifesta profundas e sérias preocupações pelo cenário político resultante do acto eleitoral do passado dia 5 de Junho.

10/06/11

Lei sobre medicamentos falsificados

Assinatura da lei-quadro sobre medicamentos falsificados

Trata-se da segunda vez, desde a adesão de Portugal à União Europeia (UE), que é adoptada uma directiva (lei comunitária) elaborada e negociada por um eurodeputado português. Esta legislação, elaborada e negociada pela eurodeputada do Bloco Marisa Matias, será agora transposta directamente para a lei dos 27 Estados-Membros e visa impedir a introdução de medicamentos falsificados na cadeia de abastecimento.

A directiva abrange as vendas de medicamentos pela Internet, inicialmente excluída pela Comissão Europeia na proposta inicial, estipula que o controlo de medicamentos deverá ser feito também à saída da UE e prevê a aplicação de sanções aos falsificadores.

Os deputados europeus elaboram vários documentos e relatórios, a maior parte com cariz consultivo, informativo ou de recomendação. No caso de uma directiva-quadro como é o caso, o seu conteúdo é directamente transposto para a legislação dos 27 Estados-Membros no prazo de 18 meses, sendo que algumas das medidas que requerem adaptações técnicas tem um prazo de implementação mais longo de 5 a 6 anos.

A falsificação de medicamentos tem crescido de forma avassaladora na Europa, com as apreensões a crescerem 400 por cento desde 2005. Estima-se que 1 a 3 por cento dos medicamentos à venda nas farmácias seja falsificado. Na internet este número atinge os 50 por cento. Um crime que inicialmente se dedicava principalmente à falsificação de Viagra é agora transversal falsificando medicamentos para o cancro, doenças do coração, diabetes, colesterol e muitas outras colocando a saúde pública em risco. Ler mais...

09/06/11

A machadada final na classe dos taxistas

Depois de lhes tirarem o transporte dos utentes do SNS eis que os taxistas vão mesmo ter de fazer exames médicos e psicológicos a 60 euros.

Clique na imagem

decreto-lei 313/2009, que entrou em vigor há mais de um ano obriga a que os taxistas, entre outros profissionais, se submetam a avaliação médica e psicológica até Janeiro de 2012. Esta obrigatoriedade refere-se, nomeadamente, aos taxistas com carta de condução anterior a 1998, altura em que passou a ser obrigatória esta avaliação para obter carta de condução para veículos de categoria B (caso dos taxistas).

Be Brave

01/06/11

A machadada final... no transporte dos utentes!

O Despacho n.º 7861/2011, publicado no dia 31 de Maio, em Diário da República (DR), do Gabinete do Secretário de Estado da Saúde, Óscar Gaspar, define as condições de acesso e modalidades de transporte não urgente a que têm direito os doentes e utentes abrangidos pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS).

28/05/11

Falsificação de documentos na constituição das mesas de voto

Em Vila Real a CDU detectou uma falsificação de documentos na constituição das mesas de voto para duas freguesias, um caso que denunciou à Comissão Nacional de Eleições e quer levar ainda ao Ministério Público.

Também o Partido Popular Monárquico (PPM) diz ter sido ludibriado com um pedido para nomear elementos para as mesmas assembleias de voto. O pedido terá sido feito directamente à direcção nacional do partido através de telefone, pelo que as certidões também não têm valor porque não correspondem a elementos do PPM

Aquilo que aconteceu foi uma série de actos que consideramos muito graves e que culminaram com o desrespeito total pela lei eleitoral. Não podemos admitir que o processo democrático na constituição das mesas seja atropelado», afirmou Francisco Rocha, do PS e Jorge Pinho, do CDS-PP, classificou a «falsificação de credenciais para escolha dos membros da mesa como um problema muito grave». Ler mais...

A reportagem da Al Jazeera sobre Portugal

Corruption in Portugal

Portugal é um dos países mais pobres da europa
clique para aceder ao vídeo

Aprender compensa

O travão de mão

Carro cai para ravina com cerca de 100 metros

Aconteceu por volta das 8h30. Um autocarro com crianças preparava-se para partir de São Mamede rumo a Lisboa. Em perspectiva estava uma viagem ao Jardim Zoológico. Na mesma estrada, estava Felisbela Santos, de 41 anos, professora em Souselas, que se preparava para dar início à viagem que a levaria ao seu local de trabalho. Não se sabe muito bem o que aconteceu. Há quem diga que o autocarro fez marcha-atrás, embatendo na viatura da professora. Certo é que se verificou ali um pequeno acidente, resultante de um “toque” entre o pesado de passageiros e o ligeiro conduzido pela professora, junto ao sinal Stop. Nada mais do que “chapa”, mas que obrigou motorista e condutora a saírem das respectiva viaturas, para averiguarem os estragos e negociarem o respectivo conserto.

Diz quem assistiu que a professora estava nervosa e talvez tenha sido por isso que, alegadamente, se terá esquecido de accionar o travão de mão. E, depois de uma primeira troca de impressões com o motorista, quando Felisbela Santos entrou no carro para recolher os documentos de que necessitava, a viatura começou a andar, deslizando rumo ao abismo, com a professora no seu interior. Um momento de agonia para quem estava no local, mesmo junto ao Café Pacífico, em São Mamede.

Valeu a Felisbela Santos o sangue frio de um jovem e de uma mulher, que se “lançaram” à viatura e, a custo, conseguiram “sacar” a professora do seu interior. Ambos, para além de combalidos, sofreram várias escoriações e hematomas, mas a professora ficou deveras pior. Sem conserto possível ficou o carro, que caiu ravina abaixo, estatelando-se cerca de 100 metros abaixo. num terreno agrícola, actualmente abandonado. Para quem pense que existe alguma incúria, uma vez que a ravina não tem qualquer protecção, os habitantes locais garantem que «não se justifica». Ler mais...


27/05/11

Canção do Mar

O que acontece se não votares


Se não te vês representado nos de sempre procura, informa-te, não te conformes! Porque os votos em branco, os votos nulos e as abstenções só interessam aos partidos maioritários.

Quanto pagou o Estado pelos abortos feitos em clínicas privadas?

Em 2010, o Serviço Nacional de Saúde encaminhou para a Clínica dos Arcos, segundo um relatório da Direcção-Geral da Saúde, 4.383 mulheres para abortarem. Destas, 2268 foram encaminhadas pelos centros de saúde e 2115 pelos hospitais. Ler mais...


Chegava para atribuir médicos de família a todos os portugueses?

Que no nos jodan!

oriol carrio - Que no nos jodan!
clique na imagem para ouvir!

Perguntas e respostas sobre a Aposentação

clique na imagem para aceder

Coerência


Significado de Coerência
s.f. União das diversas partes de um corpo.
P. ext. Ligação, conexão, de um conjunto de idéias ou de fatos, formando um todo lógico

Desallotjament de la Plaça Catalunya

Quem não deve não teme

Só as pessoas honestas prestam contas dos seus atos

25/05/11

Dá que pensar...

Por mais voltas que se lhe dê, não encontramos, nas "narrativas" da campanha, nenhuma referência às medidas assinadas no memorando com a troika. Dir-se-ia que os três partidos signatários estabeleceram um acordo de cavalheiros em que todos se comprometem a dedicar a campanha a disfarçar e a provocar o ruído suficiente para que se evite falar nisso. Ler mais...


Filipe Luís

Arte

24/05/11

A taça do 1º ministro mais mentiroso

Lista de Aposentados de Junho 2011

Caixa Geral de Aposentações, I. P.


Em cumprimento no disposto no artigo 100.º do Decreto-Lei n.º 498/72, de 9 de Dezembro (Estatuto da Aposentação), torna-se pública a lista dos aposentados e reformados a seguir identificados que, a partir do próximo mês de Junho, ou desde as datas que se indicam, passam a ser abonados da respectiva pensão pela Caixa Geral de Aposentações...

12 Milhões de Euros: Sonae duplica lucros atribuíveis a accionistas no primeiro trimestre

12 Milhões de Euros: Sonae duplica lucros atribuíveis a accionistas no primeiro trimestre

O regresso de Medina Carreira

Henrique Medina Carreira
clique na imagem para a ceder ao vídeo

O fiscalista, político e docente universitário conhece bem as estruturas económicas e políticas que sustentam o Estado Português. Autor de várias obras, nestas especialidades, é um declarado crítico das finanças públicas portuguesas relativamente ao endividamento, despesa pública e actual carga fiscal portuguesa. Personalidade conhecida pelo seu discurso incisivo e acutilante...

23/05/11

Quem levou o país à falência não pode fazer a recuperação

"Espero que os portugueses sejam suficientemente inteligentes, mesmo aqueles que estão intoxicados pela campanha demagógica deste Governo e deste primeiro-ministro e que quem levou o país à falência seja expulso do poder".

Em "termos de história económica", Eduardo Catroga disse que em 1892 Portugal "teve que chegar a acordo com os seus credores" e levou cem anos para pagar a dívida. Nessa altura de crise económica, "acabou por ser expulso o poder político com a implantação da República em 1910", afirmou, concluindo que também hoje "quem levou o país à falência não pode fazer a recuperação". Ler mais...

Óscar reúne com Óscar…

Para evitar qualquer oposição relativamente ao acordo sobre a comparticipação do SNS no transporte de doentes dizia o secretário da saúde, este fim-de-semana, que essas mesmas condições tinham sido “combinadas” numa reunião com a Troika. Assim, a maioria dos utentes nem pensa em reclamar! Mas hoje vai mais longe, para nos dizer que será necessário reduzir a despesa do Ministério da Saúde com os medicamentos (novamente) desta vez em cerca de 200 milhões de euros “sugerindo-nos” que se trata de objectivos, também, da ‘troika’. Segundo ele serão reduzidos 50 milhões no lucro das farmácias e dos distribuidores. O que a maioria dos portugueses não imaginava, sequer, é que esses lucros já estavam nos 28% quando ainda há pouco estavam a 18,25%. E esse brutal aumento nos lucros foi acordado com Óscar Gaspar na equipa deste ministério!

Certo é que sendo possível a uma farmácia proceder a reduções de 10% a determinados clientes também é possível que, na sequência de negociações com esta equipa ministerial, essa mesma farmácia imponha medicamentos no custo de 80,10 euros para um doente de baixos recursos económicos, ainda que o médico lhos tenha prescrito em medicamentos gratuitos. Tal como pode trocar o “Plavix” com o custo de 26,90 euros por “Clopidogrel Cereflow MG” de 3,09 euros quando das 36 alternativas sete delas seriam gratuitas para esse doente…

Vamos então adivinhar quem vai ficar prejudicado com esta nova mexida na despesa dos medicamentos imposta pelos elementos actuais do ministério da saúde?

22/05/11

Movimento 19M em Portugal

Rossio
clique na imagem

directo de La Puerta del Sol

Free Videos by Ustream.TV

Os municípios e as freguesias de Portugal

A aplicação da regra mínima dos 10.000 habitantes por município faria 'desaparecer' um em cada três concelhos em Portugal. Em Portugal 110 dos 308 municípios têm menos de 10.000 habitantes, muitos no sul do país, e a maioria (62) tem mais do que um presidente de junta por cada mil habitantes.

Mas se um em cada três municípios poderia ser fundido tendo em atenção apenas o critério populacional, muitas são as freguesias que se manteriam após uma reforma administrativa. Aliás, desde a freguesia mais populosa do País, Algueirão-Mem Martins, com cerca de 70 mil habitantes, àquela que segundo o novo mapa das freguesias de Lisboa será a menor da capital, a do Oriente, com mais de 11 mil habitantes, muitas poderiam manter-se. A grande maioria destas freguesias estão junto ao litoral, mas há algumas excepções, como Arcozelo (Braga), Vila de Cucujães (Oliveira de Azeméis) e Malagueira (Évora).

Por outro lado, são centenas as freguesias com menos de 10 mil habitantes que poderiam desaparecer do mapa se ao território nacional fosse aplicado o critério populacional. Ler mais...
Portugal consegue a proeza de ser dos países desenvolvidos com mais autarquias locais por metro quadrado e por habitante...

1000 cargos para 20 administradores

“Há 20 administradores que acumulam 1000 cargos”

Esta sexta-feira, no comício do Bloco em Elvas, Francisco Louçã citou um documento da CMVM que denuncia que há 20 pessoas que acumulam 1000 cargos de administração em empresas diferentes. Ler mais...

Medina Carreira na TV - já!

Petição

clique na imagem para assinar

Medina Carreira: uma das vozes lúcidas funcionando como a voz da consciência de todos nós perante o lamentável estado de coisas a que nos levaram. Perante o afundamento gradual do País nas suas vertentes económica e financeira, este homem tentou remar contra a maré alertando-nos desde finais de 90 para o (torto) caminho que Portugal estava a ser transportado por culpa da incapacidade e incompetência das élites que dirigiam o País. Hoje prova-se à saciedade que ele tinha e tem razão!!

A troco de comida

Seguem José Sócrates para todo o lado, de norte a sul do País, em autocarros pagos pelo PS. Depois são usados para compor os comícios, agitar bandeiras, e puxar pelo partido, apesar de muitos deles não perceberem uma palavra de português e não poderem votar. Em troca têm refeições grátis.

Trata-se de imigrantes provenientes da Índia e Paquistão, trabalhadores nas lojas do Martim Moniz, Lisboa, e na construção civil. Estiveram com José Sócrates em Beja, Coimbra e no comício de ontem em Évora, onde deram nas vistas ao exibir os seus turbantes. Até à porta da RTP, no dia do debate com Passos Coelho, realizado na sexta-feira, estiveram de bandeiras em punho.

"Só pagam o autocarro e a comida" disse Singh Gurmukh, indiano e trabalhador na construção civil. Ler mais...

Spanish Revolution

20/05/11

Mudam-se os tempos mudam-se os valores

O colega de trabalho!

Uma magistrada do Ministério Público foi detida em Cascais por um agente da Polícia Municipal por estar a conduzir em contramão e com uma taxa de alcoolemia de 3,08g/litro de sangue, o que constitui crime. No entanto, mais tarde foi libertada por um procurador seu colega...


será esta a típica portuguesa?

Diz uma vizinha para outra:
- Reduziram o vencimento do meu marido em 200 euros.
Resposta:
- Quem me dera que descessem também o meu. Era sinal que tinha um bom ordenado...

será este o português típico?

Será este o verdadeiro lusitano?

Manifestação da CGTP em 19 Maio 2011

19/05/11

Superlativo de lento

Ao transitar pelos corredores do Tribunal, o advogado (e professor) foi chamado por um dos juízes:

- Olhe só o erro ortográfico grosseiro que temos nesta petição.
Estampado logo na primeira linha da petição, lia-se:
"Esselentíssimo Juiz".
Gargalhando, o magistrado perguntou:
- Por acaso esse advogado foi seu aluno na faculdade?
- Foi sim - reconheceu o mestre. Mas onde está o erro ortográfico a que o senhor se refere?
O juiz pareceu surpreendido:
- Ora, meu caro, você não sabe como se escreve a palavra excelentíssimo?
Então o catedrático explicou:
- Acredito que a expressão pode significar duas coisas diferentes.
Se o colega desejava referir-se a excelência dos seus serviços, o erro ortográfico efetivamente é grosseiro.
Entretanto, se fazia alusão à morosidade da prestação jurisdicional, o equívoco reside apenas na junção inapropriada de duas palavras.

O certo então seria dizer: "Esse lentíssimo juiz".

Depois disso, aquele magistrado nunca mais aceitou o tratamento de "Excelentíssimo Juiz", sem antes perguntar:
- Devo receber a expressão como extremo de excelência ou como superlativo de lento?

18/05/11

Marques Mendes o novo pensionista!


Aos 50 anos de idade e com 20 anos de descontos como Deputado, Marques Mendes acaba de requerer a Pensão a que tem direito, no valor mensal vitalício de 2.905 euros mensais.

Contudo, um trabalhador normal tem de trabalhar até aos 65 anos e ter uma carreira contributiva completa durante 40 anos para obter uma reforma de 80% da remuneraçao média da sua carreira contributiva.

Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebeliao, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas...'

recebido por e-mail

As estradas ficaram 58 vezes mais caras

O risco de tráfego assumido pelo Governo
clique na imagem para aceder ao vídeo


A introdução de portagens nas Scut prejudicou os automobilistas, que passaram a pagar o que antes era gratuito, mas foi igualmente ruinosa para o Estado. Antes, o Estado devia às concessionárias 178 milhões de euros. Agora, a empresa pública Estradas de Portugal ficou comprometida com um dívida superior a 10 mil milhões de euros.

Com a renegociação de contratos, para introduzir portagens, as estradas ficaram 58 vezes mais caras.

Médicos cubanos em Portugal

Mais do mesmo: uma nova tragédia financeira!

Notícia TVI: há um novo buraco na Saúde
139 milhões de euros em falta nos serviço de utilização comum dos hospitais

clique na imagem

Há um novo buraco no Serviço Nacional de Saúde. Cento e trinta e nove milhões de euros é o passivo do universo de empresas criado pelo governo para prestar serviços aos hospitais. O objectivo era diminuir custos, aconteceu o contrário.

Os relatórios e contas de 2010 do SUCH, serviço de utilização comum dos hospitais, contam mais uma tragédia financeira. O passivo do SUCH, cujo capital é maioritariamente formado por hospitais públicos, ascende a 86 milhões de euros.

O SUCH existe para reduzir os custos dos hospitais, mas falha redondamente nessa missão, como denunciado há meses pelo Tribunal de Contas. Ele próprio acumula prejuízos, que duplicaram nos últimos anos.

Em 2007, o ministro da Saúde, Correia de Campos incentivou o SUCH a lançar-se numa aventura empresarial. Através da criação de três novas empresas: Somos Compras, Somos Contas e Somos Pessoas. Em parceria com três consultoras privadas: Delloite, Accentura, Capgemini.

Ao fim de dois anos de actividade, estas novas empresas representam novos passivos de monta: 25 milhões e quinhentos mil euros + 19, 5 milhões + oito milhões. Resultado, o universo SUCH tem hoje um buraco total de 139 milhões de euros, se considerarmos os passivos da empresa mãe e das associadas.

Perante as críticas severas do Tribunal de Contas, o ministério da Saúde decidiu avançar para uma fusão das empresas, numa nova entidade, anunciada como a grande central de compras da saúde. Mas o ministério das Finanças resiste à ideia, como revela no relatório de contas Nélson Baltazer, ex-deputado do PS e actual presidente do SUCH.

«Continuamos a aguardar a homologação do acordo, ainda pendente no ministério das Finanças». Correia de campos já não é ministro da saúde, mas continua a seguir o problema de perto. É ele o presidente da Assembleia-geral do SUCH.

17/05/11

PREVENÇÃO RODOVIÁRIA BRASILEIRA

Apresentação da Lei contra a Precariedade

  
Apresentação da Lei contra a Precariedade, com intervenção de Paula Gil (M12M) e entrevista a Tiago Gillot (Precários Inflexíveis).

A factura do Parque Escolar

Em 2015, total das rendas rondará os 153 milhões de euros, 75% dos encargos anuais do TGV


As escolas secundárias intervencionadas pela Parque Escolar vão pagar em 2011 à empresa pública uma média anual de cerca de 500 mil euros de renda. Somadas as 105 escolas que já passaram para a sua dependência, a Parque Escolar encaixa quase 50 milhões de rendas, valor que triplicará daqui a cinco anos - aproximadamente 75% do que o Governo prevê gastar anualmente com o TGV - para quando está prevista a conclusão da intervenção em 330 secundárias.

Mas, já a partir de Janeiro, as 105 escolas que já foram remodeladas passam a pagar uma renda mensal de 1,6 euros por m2, que no final do ano ascenderá a uma média de 461 476 euros, acrescidos de IVA, por estabelecimento. Valores que serão transferidos para as escolas pelo Estado. Em Outubro, o Conselho de Ministros aprovou uma resolução reservando já um total de 59,913 milhões de euros (mais IVA) para este fim, dos quais 11,458 milhões ainda para 2010, presumivelmente para pagamento de rendas retroactivas das escolas já sob a alçada da Parque Escolar. De acordo com os estatutos da empresa, esta passa a deter as escolas que intervenciona. Ler mais...


Quanto custa um diploma das Novas Oportunidades?

Portefólios à venda na internet 400 euros.

É o valor pedido por Paula Duarte, num curto contacto telefónico, por um Portefólio Reflexivo de Aprendizagem que dará acesso ao 12º ano. "Mas tudo é negociável" e acrescenta, "no ano passado, pedia 500 euros, mas agora com a crise...". Paula Duarte, à semelhança de várias dezenas de pessoas, pôs na internet um anúncio de venda de portefólios para as Novas Oportunidades. Ler mais...

Os sacrificios são para serem partilhados!

Se os jornalistas pudessem falar, o que diriam?

Os despedimentos da Lusa ou a “falta de confiança hierárquica e política…”
Após ter sido impedida de exercer as funções que lhe competiam, por comunicação directa do superior hierárquico na semana passada, tendo este invocado “falta de confiança hierárquica e política”, a trabalhadora apresentou queixa à Comissão de Trabalhadores – que ouviu o Presidente do Conselho de Administração, Afonso Camões, sobre o assunto.

Foi prometida à CT uma averiguação dos factos. Mas a trabalhadora acabou por ser informada esta segunda-feira de que estava demitida do cargo que preenchia há sete anos.
Este é o segundo caso recente de demissões de funções de trabalhadores na Lusa, invocando falta de confiança para exercerem cargos de chefia. Em Abril uma editora da noite da agência foi demitida do cargo depois de ter recusado colocar em linha uma reacção do primeiro-ministro José Sócrates – transmitida por um assessor - a declarações do presidente do grupo Jerónimo Martins, Alexandre Soares dos Santos. Ler mais…

Loja do Cidadão no Arrábida Shopping

Algumas vezes um anúncio surpreende-me, positivamente, pela sua criatividade. Mas hoje ouvia a Rádio Comercial quando me deparei com este:

“Nunca foi tão divertido tratar de assuntos pessoais. Abriu no Arrábida Shopping a Loja do Cidadão!”

Criaram finalmente um serviço público de entretenimento?
vamos ao baile...

Esta é para os “felizes” contemplados com o pagamento da dívida


A preços correntes, Teixeira dos Santos calcula em 5,1% a taxa de juro média dos 78 mil milhões de euros emprestados a Lisboa. O ministro das finanças português, Teixeira dos Santos, calcula que Portugal vai pagar uma média de 5,1% pelo total do...

Como cidadão quanto deste pagamento vai suportar o seu bolso?

O Acordo no transporte dos doentes

O direito ao transporte gratuito só será possível com justificação clínica e se o doente em causa sofrer de uma de 15 situações clínicas. Se o doente não tiver nenhuma das situações que constam na lista, que será revista de dois em dois anos, aplicar-se-á a chamada prova de insuficiência económica, que será calculada com base no rendimento per capita do agregado familiar a dividir pelo número de pessoas do agregado. Se o valor apurado for inferior ao IAS - Indexante de Apoios Sociais (419,22 euros) o transporte será gratuito. Se for acima, o doente terá de pagar do seu bolso. A prova da condição de recursos será feita anualmente com base na declaração de rendimentos do IRS pelos centros de saúde. Ler mais...


Situações clínicas em que o transporte é gratuito:
Sequelas motoras de doenças vasculares
Transplantados quando houver indicação expressa do serviço hospitalar responsável pela transplantação
Insuficiência cardíaca e respiratória grave
Perturbações visuais graves
Doença do foro ortopédico
Doença neuromuscular de oritem genética ou adquirida
Patologia do foro psiquiátrico
Doenças do foro oncológico
Queimaduras
Insuficientes renais crónicos
Grandes acamados
Doentes com imunodepressão em fase de risco para o próprio
Mulheres com gravidez de risco
Doentes portadores de doença infecto-contagiosa que implique risco para a saúde pública

O doente tem direito a acompanhante sempre que o médico justifique a sua necessidade nas seguintes situações:
Necessidade de acompanhamento permanente de terceira pessoa
Idade inferior a 18 anos
Debilidade mental
Problemas cognitivos
Surdez
Défice de visão significativo
Incapacidade funcional marcada

16/05/11

Embaraçoso?

Memorando da Troika 

 Em Português 

(graças à equipa do Aventar com a colaboração dos seus leitores e não graças ao governo, nem aos partidos, nem sequer à comunicação social...)

Estado de transe

«A televisão, pela sua natureza, é a droga dominadora por excelência. O controle do conteúdo, a uniformidade do conteúdo e a repetição do conteúdo tornaram-na um instrumento inevitável de coerção, lavagem cerebral e manipulação. A televisão induz no espectador um estado de transe que é a pré-condição necessária à lavagem cerebral. À semelhança de todas as outras drogas e tecnologias, o carácter básico da televisão não pode ser modificado; a televisão não é mais reformável do que a tecnologia produtora de espingardas automáticas de assalto.»

Terence McKenna in: O Pão dos Deuses - Excertos

Lavagem cerebral

Quantas vezes já ouvimos o PS e o PSD referirem-se ao BE e ao PCP como esquerda radical, etc, e de como este país caminharia para a ruína certa caso estes partidos "irresponsáveis" e "sem experiência" de governação chegassem ao poder?

Tendo em conta o que se está a passar em Portugal os tipos que são responsáveis pelo estado em que se encontra o nosso país acusam de irresponsabilidade estes partidos e, no entanto, estamos a viver as consequências da irresponsabilidade dos partidos que partilham o poder há mais de 30 anos.

15/05/11

Redução no subsídio de desemprego

São perto de 123 mil os desempregados que nos próximos dois anos podem ser afectados pelas mudanças no regime de protecção no desemprego previstas no memorando de entendimento assinado entre o Governo e a equipa da Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu. Ler mais...

A escolha

Um retrato bem actual do nosso país

A fábula Mouseland (em português: "Ratolândia") foi inicialmente contada por Clarence Gillis e mais tarde popularizada em discurso por Tommy Douglas, político canadiano. A fábula expressava a visão de que o sistema político canadiano estava viciado, pois oferecia aos eleitores um falso dilema: a escolha de dois partidos, dos quais nenhum representava os interesses do povo.

Na fábula, os ratos (o povo canadiano) votavam nos gatos negros (Partido Progressivo Conservador) e depois de algum tempo descobriam o quão difícil suas vidas eram. Depois votavam nos gatos brancos (Partido Liberal) e assim ficavam alternando entre os dois partidos.
Um dos ratos tem então a ideia de que os ratos deveriam formar seu próprio governo...

É o que temos

Dizem os Americanos: “We have Barack Obama, Stevie Wonder, Bob Hope, and Johnny Cash.”

Respondem os Portugueses: “We have José Socrates, no wonder, no hope, and no cash…”

O impacto da redução na TSU

O PSD pretende aumentar os impostos sobre a população para reduzir a contribuição das empresas para a Segurança Social (TSU - Taxa Social Única) em 4%, de 23,75% para 19,75%.

Esta medida beneficiaria essencialmente as grandes empresas: em média, cada uma das 900 grandes empresas nacionais colocaria ao bolso mais 590 mil euros, enquanto as mais de 300 mil pequenas empresas apenas ficariam com menos de 1.000 euros.

Ou seja, este é mais um assalto brutal aos contribuintes, que para aumentarem os lucros das grandes empresas teriam de suportar uma carga adicional de 1,5 mil milhões de euros em impostos. Ler mais...

Director-geral do FMI detido por abuso sexual

A camareira do Sofitel em Manhattan alega que entrou na suite de Strauss-Kahn pensando que a mesma estaria desocupada e que foi atacada pelo director do FMI, tendo sido abusada sexualmente por duas vezes e sido mantida trancada no quarto de hotel. Depois de se debater e se conseguir libertar, a camareira terá informado os seus colegas, que chamaram a polícia. Segundo noticia o New York Times, quando as autoridades chegaram ao local, Strauss-Kahn já teria abandonado o hotel. A funcionária terá então sido encaminhada para o hospital para receber tratamento a ferimentos ligeiros. Ler mais...

14/05/11

O país está quase todo à procura de emprego

O médico alemão diz:
Na Alemanha, fazemos transplantes de dedo. Em 4 semanas o paciente está procurando emprego.

O médico espanhol afirma:
A medicina espanhola é tão avançada que conseguimos fazer um transplante de cérebro. Em 6 semanas o paciente está procurando emprego.

O médico russo diz:
Fazemos um transplante de peito. Em 1 semana o camarada pode procurar emprego.

O médico grego disse:
Temos um trabalho de recuperação de bêbados. Em 15 dias o indivíduo pode procurar emprego.

O médico português diz orgulhoso:
Isso não é nada! Em Portugal, nós arranjamos um homem sem cérebro, sem consciência, sem peito, mentiroso, corrupto, e elegêmo-lo primeiro ministro. Em 3 anos o país inteiro está quase todo à procura de emprego.

Não guardes para dia 6 o que podes fazer no dia 5 de Junho!

O dia da decisão!

Grande parte dos portugueses está tão disiludida com os políticos no poder que se recusa a contribuir, com o seu voto, para este circo. O seu desejo de deixar ir tudo ao mais fundo possível para recomeçar de novo com novas caras é tão forte que, eventualmente, até podem votar na melhor das hipóteses para apressar essa tragédia...

Mas claro que isto só vai sendo possível até que os portugueses decidam participar na democracia em que vivem, assumindo as responsabilidades pelo contributo de cada um dos seus cidadãos!


E vai acontecer quando, os portugueses no desemprego, os 3,4 milhões de aposentados e um total de seis milhões de portugueses que dependem do Estado para viver mas que acreditavam estar isentos de pagar a sua parte na dívida feita em nome de todos, descobrirem que não estão livres de a pagar mesmo que não disponham de um vencimento cada vez mais reduzido onde o Estado se vai banquetear mensalmente através dos impostos cada vez mais elevados.

Gestão danosa dos dinheiros publicos

Petição Para julgar em tribunal o eng. José Sócrates por gestão danosa dos dinheiros publicos
clique na imagem para assinar a Petição

Por uma questão de imaginação

Demita-se senhor Comissário!

Portugueses mais pobres e mais submissos

Portugal está no top dos países com maior fosso entre ricos e pobres. Enquanto na Zona Euro houve um aumento das desigualdades em cerca de dois pontos percentuais  o aumento foi de dez pontos percentuais nos três países alvo de ajuda externa: Portugal, Grécia, Irlanda e Espanha. Ler mais...

imagem retirada do Público

O baixo nível já vai nos pentelhos...


Quem se lamenta pela falta de elevação no debate político, não devia dar o exemplo?

O aumento nos preços em Abril

Os preços em Portugal aumentaram 4,1% em Abril, segundo dados do INE. Com estes valores para a inflação, os portugueses vão sofrer a maior perda do poder de compra dos últimos 27 anos. Ler mais...

Receitas e negócios da saúde

Os consultórios e clínicas privadas que queiram continuar a prescrever aos seus doentes medicamentos comparticipados pelo Estado, vão ter de adquirir um programa informático próprio que o Ministério da Saúde tem disponível para esse efeito.

Essa compra, no entanto, não é feita directamente ao Estado: a Administração Central dos Serviços de Saúde (ACSS), que tutela este sector no Ministério, certificou já 12 empresas de informática e estas é que vão, a partir de agora, comercializar o software exigido para a prescrição electrónica de medicamentos. Ler mais...

Contas públicas: buraco cresce quase 6 mil milhões

O Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público (IGCP) divulgou esta quinta-feira que a dívida total do Estado chega já aos 158.177 milhões de euros, tendo crescido 5.700 milhões no mês de Abril.

Segundo os dados do boletim mensal do IGCP, a dívida cresceu 3,7% em Abril, face ao mês de Março, momento em que a dívida cifrava-se nos 152.476 milhões de euros. Ler mais...

Madeira a Pérola do Atlantico

Há pelo menos 2637 empresas registadas no zona franca da Madeira, que têm direito à isenção total do pagamento de IRC, demonstram os dados relativos aos beneficiários de benefícios fiscais divulgados hoje pelo Ministério das Finanças. Ler mais...

As estradas ficaram 58 vezes mais caras

O risco de tráfego foi assumido pelo Governo
clique na imagem para aceder ao vídeo

A introdução de portagens nas Scut prejudicou os automobilistas, que passaram a pagar o que antes era gratuito, mas foi igualmente ruinosa para o Estado. Antes, o Estado devia às concessionárias 178 milhões de euros. Agora, a empresa pública Estradas de Portugal ficou comprometida com um dívida superior a 10 mil milhões de euros.

Com a renegociação de contratos, para introduzir portagens, as estradas ficaram 58 vezes mais caras.

O embaraço de Sócrates

“Queria ter uma conversinha sobre Segurança Social”, o primeiro-ministro disse que “qualquer redução da TSU deve ser feita quando houver margem orçamental”, defendendo que o acordo com a troika deixa “margem” para outras opções, como a “reestruturação do IVA”. Sócrates admitiu, porém, estudar uma “redução gradual” da TSU. Louçã não largou o tema e, lembrando que a descida da TSU não consta do programa dos socialistas, insistiu no pedido de explicações ao primeiro-ministro demissionário. “Apresentou uma proposta, mas não a estudou?”, disse o coordenador dos bloquistas, que conseguiu dominar completamente a primeira metade do debate. Sócrates, que não disfarçou algum embaraço por não ter uma resposta concreta, acabou por dizer que “o governo não deseja reduzir a TSU com um brutal aumento de impostos”:

“É preciso estudar e veremos.” Ler mais...

A dívida e a banca!

11/05/11

Justiça em Portugal

Tribunal manda descontar 2/3 do ordenado a uma operária que, assim, se ve obrigada a pagar uma dívida de 1500 euros à PT que não fez.

Tudo porque tem o nome igual... à devedora.

10/05/11

Jukian Assange e os direitos humanos

Julian Assange, o fundador da WikiLeaks, foi premiado pela coragem excepcional no exercício dos direitos humanos. Ler mais... 

Estado Social vs Estado socialista

"Francisco Assis confunde Estado Social com Estado socialista, que é despesista, gastador e que deu origem a esta situação de pré-bancarrota"...

Ler mais...

09/05/11

Medicamentos esgotados

Foi você que pediu um país assim?

A “Parkadina”, é um medicamento utilizado para controlar os movimentos involuntários dos doentes com Parkinson e está esgotado há um mês...

Votos nulos e abstenção

As eleições estão á porta, a falta de confiança nos partidos, pode levar-nos á tentação de não votar ou votar em branco.....CUIDADO...!!!!

A abstenção ou o voto em branco é fácil de manipular, basta colocar uma cruz em quem ficou em casa, ou votou branco, passando a votante, no partido que a maioria da mesa entender....

Para quem não quer votar em ninguém, o voto nulo, ou inutilizado com várias cruzes, obriga a mesa, caso queira " fazer batota", a inutilizar o boletim de voto e trocar por outro, obrigando a justificar em acta de apuramento, o motivo da substituição, aí faz ponderar, o infractor, por não ser fácil justificar ao tribunal, uma acta " cheia de substituições.

Vote em sã consciência...não fique em casa nem vote branco...!!!...Pode sem querer estar a " votar" em quem não quer..!!!!....CUIDADO..!!!!....( Os membros que formam as mesas são indicados, pelos partidos e há sempre "Horas mortas"). Aqui!

08/05/11

Bin Laden apoia Homens da Luta

Bin Laden apoia Homens da Luta (Eurovisão a Luta é Alegria 2011)

Tu confias?

A política da bancarrota

Os que nos dizem que vivemos acima das nossas possibilidades

O Grupo José de Mello é o maior titular das PPP nos Hospitais Públicos entregues à iniciativa privada e nas auto-estradas do país.


Esse grupo é hoje dirigido pelos homens que nos dizem todos os dias “vocês vivem acima das vossas possibilidades”. Ler mais...

Para serem tão sérios como eu terão que nascer, pelo menos, duas vezes

"Eu sou muito sério, aliás para serem tão sérios como eu terão que nascer, pelo menos, duas vezes, é que eu prezo muito os valores da verdade, da seriedade e da transparência, foram esses valores de carácter que os meus pais me transmitiram"! disse Cavaco Silva.

Cavaco Silva recebe um "lote de terreno para construção", omitindo que a vivenda Gaivota Azul, no lote 18 da Urbanização da Coelha, já se encontrava em construção há cerca de nove meses. Segundo o "livro de obras" que faz parte do registo da Câmara Municipal de Albufeira, as obras iniciaram-se em 10 de Outubro do ano anterior à escritura, em 1997. Tal como confirma Fernando Fantasia, presente na escritura, e dono da Opi 92, que detinha 33% do capital da Constralmada, que afirmou, na quinta-feira, 20, à VISÃO que o negócio escriturado incluía a vivenda. Ler mais...

Escândalos que marcaram a democracia

Escândalos da democracia. OGMA, MPLA e Indonésia amigos

Escândalos da democracia: manifesto anti-Portas

Escândalos da democracia: Uma lista de espionagem nada secreta

Escândalos da democracia: Valentim condenado por abuso de poder

Escândalos da Democracia: O sobrinho taxista de Isaltino Morais

Escândalos da democracia: As obras na marquise de Cavaco Silva

Escândalos da democracia: A primeira vez que o Totta foi espanhol

Escândalos da Democracia: jogo de Vale Azevedo acabou na prisão

Escândalos da democracia. Padre candidato acaba morto

Escândalos da Democracia: Edmundo das armas e dos frigoríficos

Escândalos da democracia: corrupção na Moderna

Escândalos da democracia: BCP a ferro e fogo, como os grandes caem

Escândalos da Democracia: Cunha Rodrigues escutado na Procuradoria

Escândalos da democracia: sobreiros abatidos, Pinheiro arguido

Escândalos da democracia: José Sócrates acabou o curso num domingo

Escândalos da Democracia: pedofilia na Casa Pia

Escândalos da Democracia: O Santo de Judas apareceu em Cascais

Escândalos da democracia: O general que acusou os políticos e foi condenado

Escândalos da Democracia: As campanhas da Saúde

Escândalos da democracia: Caso Dopa. A maior fuga de capitais do país

Escândalos da democracia: Beneficiou o Boavista antes de deixar a Câmara do Porto

Escândalos da Democracia: Rede mafiosa na Polícia Judiciária

Escândalos da democracia: "Se Deus quiser, hei-de voltar à bolsa"

Escândalos da democracia: A sisa de Miguel Cadilhe nas Amoreiras

Escândalos da democracia: Leonor Beleza nunca foi a julgamento

Escândalos da democracia: como um fax tramou Melancia

Escândalos da democracia: chamaram-lhe o "couto do vigário"

A venda dos imóveis do Estado

clique na imagem para aceder ao vídeo

5000 por reunião

A Brisa é uma das empresas subconcessionárias da EP (Estradas de Portugal) - Empresa Pública.

24 Março 2009

Vitorino ganha 5.000 por reunião

O ex-comissário europeu, António Vitorino, ganha 5000 euros por cada reunião a que preside como presidente da mesa da Assembleia Geral da Brisa, de acordo com o relatório anual de bom governo das sociedades, ontem disponibilizado no sítio da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

António Vitorino assumiu a presidência da mesa da Assembleia Geral da Brisa a 12 de Setembro de 2007, substituindo no cargo Vasco Vieira de Almeida. O seu mandato é de quatro anos.

Segundo apurou o CM junto de fontes da Brisa a escolha de António Vitorino ficou a dever-se, além do prestígio do ex-ministro da Defesa, ao profundo conhecimento do Código das Sociedades Comerciais, uma condição considerada fundamental para a boa condução dos trabalhos numa Assembleia Geral.

A remuneração de António Vitorino foi proposta pela Comissão de Remunerações da Brisa, presidida pelo ex-presidente do BCP, Jardim Gonçalves.

No mesmo relatório a concessionária de auto-estradas revela que a Comissão Executiva, liderada por Vasco de Mello, recebeu uma remuneração global de 3,9 milhões de euros, entre prémios, salários--base e remunerações variáveis.

Em média, os cinco membros da Comissão Executiva receberam 793 mil euros de remunerações em 2008.

Os membros não-executivos ganharam uma remuneração fixa global de 607 mil euros, o que representa uma remuneração média de 75 mil euros por ano para cada administrador.

Em 2007, os quadros médios e superiores da Brisa receberam 5,3 milhões de euros, a que acresceu uma remuneração variável de 828 mil euros.

Os pagamentos foram realizados com base no comportamento e resultados da empresa referentes a 2006. Ler mais...

5 auto-estradas por 10 mil milhões de euros e Tribunal de Contas enganado

A auditoria refere «falta de documentos» apesar do Governo e das Estradas de Portugal garantirem que «não esconderam» nada

Os juízes do Tribunal de Contas queixam-se de ter sido induzidos em erro para aprovar cinco auto-estradas, no valor de dez mil milhões de euros. A denúncia consta de um relatório de auditoria às parcerias público-privadas rodoviárias, que vai ser aprovado na próxima semana. As auto-estradas lançadas pelo governo só passaram no tribunal de contas porque foi sonegada informação aos juízes. Em causa estão cinco subconcessões feitas pela Estradas de Portugal, em representação do Estado, no valor de 10 mil milhões de euros.

A auto-estrada transmontana, no valor global de 1692 milhões euros. A sub-concessão douro interior, de 2846 milhões euros. Baixo alentejo com 1996 milhões euros. Algarve litoral, com 1634 milhões euros. E litoral oeste, com um custo global de 1847 milhões. O Tribunal de Contas começou por recusar o visto a todos estes contratos, porque as propostas finais das empresas eram mais caras do que as levadas a concurso. A Estradas de Portugal voltou à carga com segundos pedidos de visto, após renegociação dos contratos, mas sonegou informação aos juízes, relativa a significativas compensações financeiras aos bancos e às construtoras privadas. Ver mais...

07/05/11

Oferta de emprego

IEFF - Oferta nº 587729347

Licenciado para as funções de professor do ensino Básico (2º e 3º Ciclo) e Secundário (M/F) com conhecimentos em História, Geografia e Filosofia. Fluente (nível oral/escrito/leitura) em Francês e Inglês

Salário: 250 €/mês! 

Manifestantes invadiram RTP para exigir participar nos debates eleitorais


Cerca de 30 manifestantes manifestantes ligados ao PCPT-MRPP e ao Partido Trabalhista Português invadiram as instalações da RTP ontem à noite. A polícia teve de intervir para serenar os ânimos. Garcia Pereira, José Manuel Coelho e os militantes que os acompanhavam protestaram contra o facto dos dois partidos não participarem nos debates televisivos.

Quantos portugueses pagam impostos?

Esta é a pergunta que se impõe fazer. Sim, porque é disso que se trata neste empréstimo de 78 mil milhões de euros. 7.800 euros a cada um de nós, seja bebé, seja moribundo. É só fazer as contas somando à dívida que "alguém" fez por cada portugues em 2010... e a que já lhe tinham feito até ao final de 2009.


Mais claros são os lucros do FMI: os 30 mil milhões de euros à Grécia e os 22,5 mil milhões à Irlanda, "fizeram aumentar as previsões de resultados de crédito em cerca de 163,2 milhões de dólares e 28 milhões nas margens da taxa de juro cobrada", confessa o mais recente relatório do FMI.

Os sacrifícios são para os mesmos de sempre

São já conhecidas as medidas que a ‘troika' impõe ao país como contrapartida do resgate financeiro. Para Manuel Carvalho da Silva são medidas que têm uma forte marca de injustiça, de desigualdade e que salvaguardam os interesses de uma entidade que são os accionistas da banca nacional e internacional, porque os sacrifícios são para os mesmos de sempre para as camadas mais desprotegidas da população:  trabalhadores, pensionistas, desempregados. Ler mais...

O embuste

Um Centro de Exploração e Repressão onde está vedado aos trabalhadores:

clique para aceder

President Obama is DEAD?

Não foi certamente o único a enganar-se. Só teve azar de o fazer em directo..

02/05/11

- 120 mil

120 mil funcionários públicos reformaram-se nos últimos cinco anos
clique na imagem

Este ano, já se reformaram nove mil funcionários públicos, um número que promete bater os 24 mil de 2010. O presidente do STE, Bettencourt Picanço, explicou na TSF que há dezenas de milhares de pedidos de reforma de funcionários públicos à espera de aprovação na Caixa Geral de Aposentações, alguns há mais de meio ano. Em quase todos os casos, os trabalhadores reformados não são substituídos, apesar dos serviços registarem falta de pessoal. Bettencourt Picanço diz, por exemplo, que os serviços de inspecção da administração estão quase paralisados.

Ainda assim, alguns ministérios substituem os trabalhadores reformados por empresas de trabalho temporário ou recibos verdes.

As necessidades fundamentais dos cidadãos

O Estado gastou mais de 560 milhões de euros com subvenções em 2010, dadas ao abrigo de um diploma (decreto-lei 167/2008) que tem por objectivo assegurar "a realização de missões de interesse geral, com vista à satisfação das necessidades fundamentais dos cidadãos". A Associação Portuguesa de Bancos (APB), o Automóvel Clube de Portugal (ACP), a Construtora Mota-Engil, a sociedade que gere o autódromo do Algarve e a Colecção Berardo foram algumas das entidades beneficiadas. Segundo um relatório da Inspecção-Geral de Finanças (IGF), o Ministério do Trabalho deu 1,3 milhões de euros à APB para ajudar na aprendizagem dos bancários. Ler mais...


Diz o decreto-lei 167/2008 que:

"Nos termos da Constituição, incumbe ao Estado a promoção do bem-estar social e económico e da qualidade de vida da população, em especial da mais desfavorecida, no quadro de uma estratégia de desenvolvimento sustentável, e a promoção da coesão económica e social, orientando o desenvolvimento no sentido de um crescimento equilibrado de todos os sectores e regiões e eliminando progressivamente as diferenças económicas e sociais existentes."